Sorocaba

Basílica Mariana é entregue à Arquidiocese de Sorocaba e fiéis COMEMORAM

A instalação deve ocorrer no dia 03 de fevereiro

A Matriz de Nossa Senhora da Piedade é a quinta mais antiga da Arquidiocese de Sorocaba e celebra seu 177º aniversário de dedicação à evangelização em 2024.

A Arquidiocese de Sorocaba, em comemoração ao fato, receberá a instalação da Basílica Mariana nos próximos dias.

Basílica Mariana será instalada pela Arquidiocese de Sorocaba na Matriz de Nossa Senhora da Piedade

A solene instauração da Basílica está programada para ocorrer às 15 horas do dia 3 de fevereiro, sob a presidência do Arcebispo metropolitano da Arquidiocese Sorocaba, Dom Júlio Akamine.

Durante a reverente liturgia, o prelado outorgará a bênção apostólica com indulgência plenária aos fiéis congregados.

O processo que culminou com a concessão do prestigioso título teve início no ano de 2022, após a aprovação do Arcebispo e do conselho de presbíteros da Arquidiocese.

Naquela ocasião, uma missiva solicitando tal distinção foi encaminhada ao presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil.

O Dicastério para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos anuiu à abertura do processo.

Assim, em 6 de outubro de 2023, Dom Júlio Endi recebeu o decreto que conferia à Igreja Matriz de Nossa Senhora da Piedade a honra e a dignidade de Basílica Menor.

Basílica Mariana é entregue à Arquidiocese de Sorocaba e fiéis COMEMORAM
A instalação deve ocorrer no dia 03 de fevereiro – Arquidiocese de Sorocaba

Basílica Menor e Basílica Maior

É oportuno destacar a distinção entre as Basílicas maiores e menores. As primeiras, numeradas em quatro, situam-se todas em Roma: São João de Latrão, São Pedro, São Paulo Extramuros e Santa Maria Maior.

Por outro lado, as segundas, ultrapassando a marca de 1500, encontram-se espalhadas pelo globo, sendo 65 delas no Brasil.

A Basílica de Nossa Senhora Aparecida, pertencente à Arquidiocese de Sorocaba, detém o título de segunda maior Basílica do mundo em dimensões. Ela fica apenas atrás da Basílica de São Pedro, no Vaticano.

A concessão do título de Basílica Menor é uma prerrogativa exclusiva do Papa. Para obtê-lo, a igreja precisa ser reconhecida como um núcleo de atividade litúrgica e pastoral, principalmente nas celebrações da Eucaristia, da Reconciliação e dos demais sacramentos.

Este reconhecimento exige que a igreja seja um modelo na preparação e execução, observando fielmente as normas litúrgicas. Ademais, é preciso também promover a ativa participação do povo de Deus.

Com essa distinção, a Basílica Menor da Sagrada Piedade assume um papel ainda mais destacado na promoção da fé e na condução das práticas litúrgicas e pastorais.

Dessa forma, ela será um farol de inspiração para a comunidade local e um testemunho da rica tradição religiosa que permeia a história da Paróquia.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo